Dhigão manda notícias da Patagônia

Patagônia

Dhigão manda notícias da Patagônia

Blog   |   4 Comentários

Resumindo 10 dias de viagem a Patagônia Chilena, como sempre incrível, um lugar mágico e com uma conectividade com a natureza mais selvagem que posso descrever, essa já é a segunda vez que exploro esse parque porém é certo que ainda não conheço 15% de toda a região, enfim chegamos ao parque sem muitas programações, enfrentamos um frio de menos 5 graus no primeiro dia, estava impossível mover-se, até para escovar os dentes e lavar as mãos estava praticamente um desafio, tive uma das piores noites da minha vida, aqui venta muito e isso ajuda o frio aumentar, a sensação térmica possivelmente passava dos -7 , mas estávamos agitados e queríamos fotografar e não perder nada, então decidimos sair e fotografar mesmo assim.

 

O desafio agora era superar o frio nos dedos congelados, e mesmo assim achar as fotografias perfeitas, a assim fizemos fotografias noturnas, pois queremos aproveitar todo o céu perfeito e DEUS nos ajudou muito, pois esta muito frio, mas nenhuma nuvem no céu, podemos ver tudo limpo e claramente, seguindo os caminhos decidimos acampar em um lugar não muito aberto, ou melhor, não permitido, mas era o local perfeito pra fazer algumas fotografias, mas tivemos uma surpresa, talvez a coisa mais louca da minha vida e realmente a linha entre a vida e a morte, pois nos deparamos com dois pumas gigantescos, pra quem não sabe aqui é conhecido como um covil de pumas, por onde andamos podemos ver ossos e restos de guanacos comidos, também podemos ver os rastros das batalhas, vimos as pegadas dos pumas e tudo mais,enfim, esses tal pumas nos seguiram por mais de 10 minutos e a menos de 2 metros de distância em meio a floresta, nós ficamos aflitos porem calmos, e retornamos de costas para fora do acampamento que montamos, e os olhos continuaram lá, eram quatro olhos nos mirando de longe, outra noite assustadora, quase não dormimos.

 

A ideia de começo que era a aventura se confunde com a ideia de se perguntar, será que é por isso que estou aqui?, será que DEUS fez com que eu me desconecte do resto para pensar em quem realmente sou? pois todo esse frio, essas paisagens, as pessoas que conheci, o céu lindo que posso analisar por horas e horas, será que DEUS me trouxe aqui só pela aventura, eu fico me perguntando sobre isso a todo o tempo, a unica coisa que sei é que tenho que aprender mais a cada dia quem sou, e acho que assim me perdendo em meio a lugares inabitáveis posso me achar , agora partimos a argentina, os planos são de acampar em cima do Glaciar Perito Moreno, mas como nós mesmo falamos aqui, nosso plano é não ter planos.

 

Foto por Edu Naranjo

4 Comentários
  • Giovanni Rider | 15, jul 2014 às 7:13 pm

    Volta logo digoooo hahahha

  • Luciana Sobral | 15, jul 2014 às 8:11 pm

    Loucuraaaaaaa!!!! caracas, q tudo termine bem… e muitas e boas histórias pra contar! :)

  • Maxsoul | 17, jul 2014 às 4:09 am

    Classe A man!!!
    Que Deus continue a abençoar sua vida!!!
    Abrass

    • Raquel | 12, set 2014 às 9:02 am

      A forma das pessoas expressarem seus sentimentos esta se modificando com a internet e a facilidade de compartilhamento das imagens. A arte é um catalisador de reflexões, e a Fotografia é um desses canais para o afeto ou desgosto.

Inclua o seu comentário

captcha

Inclua aqui a informação acima: